Quais os principais desafios da avicultura no Brasil e como superá-los?

Tempo de leitura: 6 minutos

A avicultura no Brasil, assim como os demais segmentos do agronegócio, enfrentam neste momento as dificuldades da crise econômica pela qual o país está passando. O encarecimento dos principais insumos (milho, soja, mão de obra, energia elétrica, combustíveis e derivados de combustíveis, principalmente) é dos principais motivos.

Há também outros desafios que os gestores de negócios da avicultura no Brasil precisam passar. E é justamente sobre eles — e como superá-los — que vamos falar neste artigo. Acompanhe!

Panorama da avicultura no Brasil em 2016

Diversos especialistas e entidades de classe apontam que a avicultura deverá terminar 2016 de uma forma tímida, apesar de fechar o período no azul. O Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Paraná (Sindiavipar), por exemplo, estima que o setor tenha alta entre 3 e 5% nos abates de frangos.

Apesar de enfrentar altas nos custos, os produtores da avicultura no Brasil estão se beneficiando da crise. Como o poder de compra do brasileiro caiu muito em relação ao ano passado, as pessoas passaram a consumir mais frango, que é sempre a proteína mais barata.

No início de setembro, de acordo com a Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNABrasil), o mercado de frango apresentou alta no mercado de atacado.

No entanto, o fato é que a avicultura há mais de uma década posiciona o Brasil como o principal exportador de carnes e miudezas de frango. O setor chegou a movimentar em 2015 mais de 22,8 bilhões de dólares com embarque de 4,1 milhões de toneladas, especialmente, para Arábia Saudita, Japão, União Europeia, China e Emirados Árabes.

Principais desafios da avicultura no Brasil

Veja, a seguir, quais são os principais desafios enfrentados pelo setor de avicultura no Brasil:

Dificuldade de investimento

Nos últimos dois anos houve um aumento gradativo nas taxas de juros no Brasil, reflexo da crise econômica pela qual o país passa. Assim, a captura de crédito para a avicultura também ficou mais cara e difícil, uma vez que os bancos não dispõem do mesmo leque de ofertas de empréstimos que tinham há alguns anos.

Este, portanto, é um dos desafios do setor: lidar com a dificuldade de captar investimentos e também com a alta das taxas de juros.

Superá-lo exige certa dose de gestão de finanças, corte de custos e, sobretudo, conhecimentos dos meandros do mercado financeiro e bancário brasileiro. Isso porque, ao mesmo tempo em que a oferta de crédito diminui, cresce a disputa entre os bancos para conseguir clientes, portanto, é preciso saber aproveitar isso.

Problemas logísticos e de escoamento de matéria

O mercado tanto interno quanto externo segue uma tendência de fabricação de produtos saudáveis. O frango segue em ritmo de alta por ser uma proteína considerada mais saudável do que a carne bovina, além de ter um custo mais acessível.

No entanto, são conhecidas nossas dificuldades de transporte e logística para escoar as mercadorias. Continuamos sendo um país que prioriza o transporte rodoviário, que é caro, provoca avarias e perdas e torna todo o processo mais demorado. Isso se reflete também nos resultados da avicultura no Brasil, especialmente, neste momento de alta do combustível e de seus derivados.

Otimizar a logística firmando parcerias com transportadoras e negociando custos parece ser a melhor saída no curto prazo. Uma vez que não há muita perspectiva de que outras formas de transporte de grandes cargas sejam mais incentivadas e facilitadas no país.

Alta carga tributária

A complexidade da legislação tributária e fiscal no Brasil é um caso único no mundo. Há inúmeros especialistas que apontam o país como um dos que têm as cargas tributárias mais altas do mundo.

Diante disso, os empresários do ramo da avicultura enfrentam dificuldades tanto para produzir e comercializar internamente quanto para exportar, o que só é possível aos grandes conglomerados do segmento.

Para lidar com este desafio, é preciso melhorar cada vez mais os controles e elevar a excelência da gestão de controladoria das empresas do segmento. Quanto mais estratégica for a governança corporativa, mais fácil será lidar com a tributação e as outras dificuldades fiscais.

Competição difícil com os grandes do mercado

Os grandes players do setor da avicultura no Brasil são poucos e dominam boa parte do mercado. Isso faz com que empresários pequenos e médios sejam ou seus fornecedores ou concorrentes sem muita força.

Cabe aos pequenos e médios se juntarem em cooperativas, melhorar suas governanças e profissionalizarem cada vez mais a administração dos negócios. A utilização da tecnologia, cada vez mais acessível, também tem se mostrado uma alternativa interessante para competir neste mercado tão concorrido.

A importância da tecnologia para a avicultura

Dito tudo isso, é hora de refletirmos sobre como a tecnologia tem ajudado a avicultura no Brasil, assim como alguns outros setores da economia, a driblar a crise e enfrentar seus maiores desafios. Sobretudo, se olharmos para a tecnologia móvel.

Ela consiste na utilização de sistemas, aplicativos e dispositivos variados (tablets, smartphones, notebooks etc.) em qualquer hora e local desde que haja conexão com a internet (em alguns casos é possível utilizar apps off-line). Com isso percebemos que muitas das dificuldades que a avicultura enfrentava há alguns anos já estão sendo superadas.

Ao utilizar sistemas de gestão em dispositivos móveis, por exemplo, os empresários do setor ganham mobilidade e podem imputar, processar e analisar dados. Tudo isso sem a necessidade de estar entre as quatro paredes de um escritório.

Da mesma forma, a utilização de aplicações diretamente no campo, é possível melhorar a rastreabilidade da carne, acompanhamento de todas as fases do animal, além de inúmeras outras funcionalidades que tornam as operações mais inteligentes e eficazes.

Toda a cadeia produtiva, assim como a administração dos negócios na avicultura tendem a ser mais competitivos e eficazes com a utilização de tecnologias móveis e outras formas de informatização.

Os empresários da avicultura, assim como das demais áreas do agronegócio, estão percebendo que a utilização de tecnologias, sobretudo da digital (computação em nuvem, mobilidade, Big Data etc.), pode melhorar produtividade.

Além de auxiliar nos ajustes de processos, encurtar o tempo de execução de controles e análises, entre outros benefícios que podem ajudar a superar os principais desafios da área.  

E você, como tem lidado com os desafios da avicultura no Brasil? Gostou deste artigo? Compartilhe-o nas redes sociais!

Sobre SAG

A SAG é uma empresa que desenvolve com alta tecnologia e de forma inovadora soluções em Software para gerenciamento dos processos de produção de empresas Agroindustriais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *